Confusão


Sou apenas mais um.
Mais um em meio a sua floresta de dedos.
Julguei-me monstruoso por excesso,
mas pequei pela regularidade.

Sou a confusão daquilo que fui
com tudo aquilo que foram,
e toda minha possibilidade de ser
resumiu-se ao filtro dos seus preconceitos.

Fui apenas mais um.
O resultado da poda das qualidades
pela inexorável tesoura do tempo,

Farelo dos defeitos escolhidos
pela peneira dos seus medos;
confusão das suas equivocadas interpretações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s